Um ex-candidato a deputado pelo PSDB do Distrito Federal chamado Matheus Sathler causou comoção ao dizer em vídeo publicado em seu perfil no Facebook no último dia 25 que Dilma terá “a cabeça arrancada no dia 7 de setembro caso não renuncie, fuja do país ou suicide” e que “Sangue vai rolar”.

Ato contínuo, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, deputado Paulo Pimenta (PT-RS), apresentou, na segunda-feira (31), uma série de requerimentos à Polícia Federal, ao Ministério da Justiça, ao Ministério Público Federal e à Ordem dos Advogados (OAB) solicitando investigação das ameaças.

vídeo publicado em seu perfil no Facebook no último dia 25

Durante as eleições do ano passado, Sathler causou polêmica. A Comissão Nacional da Diversidade Sexual da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entrou com três representações contra o candidato tucano por defender projeto de criação do kit macho, que visava “ensinar menino a gostar somente de menina”.

Sathler não foi eleito. Já tinha passado da conta. A pressão social foi tanta que o próprio PSDB o chutou; pediu devolução de seu material de campanha.

Agora, após a reação a um vídeo criminoso em que incita crime contra a vida da presidente da República, o jovem advogado de ultradireita aparece em novo vídeo desdenhando das providências tomadas pelo deputado Paulo Pimenta e das consequências de seu ato, demonstrando acreditar que PF, MPF, Ministério da Justiça, OAB etc. nada poderão contra si.

No novo vídeo, o “advogado” insulta pesadamente o deputado petista que o denunciou e, de forma cômica, afirma que o PT usa a “tática nazista” de “uebs”, provavelmente aludindo a método atribuído ao ministro da propaganda nazista, Joseph Goebbels, de repetir mentiras “mil vezes” no intento de que se transformassem em verdade.

Confira no vídeo abaixo “Resposta ao Dep. Federal PTista” recém divulgada por Sathler em seu perfil no Facebook:


O Blog conseguiu falar com um amigo de Sathler – que pediu para não ter o nome divulgado – e ele afirma que os grupos que se relacionam com o advogado acreditam que se provocarem violência nas ruas os militares serão obrigados a intervir.

A fonte também informa que o grupo de Sathler pretende ir armado às manifestações de 7 de setembro e que contaria com apoio de setores das Forças Amadas que se uniriam à violência. Em seguida, tentariam “prender” a presidente da República. Blog da Cidadania
Sputnik News - Estado Islâmico: pior ameaça mundial

David Petraeus, o influente ex-chefe da CIA e ex-comandante das forças americanas no Iraque e Afeganistão, propõe cooperar com os jihadistas do antigo inimigo dos EUA, a al-Qaeda, para derrubar outros jihadistas – do Estado Islâmico, escreve a edição The Daily Beast.

O jornal diz, alegando quatro fontes, inclusive uma que falou com Petraeus diretamente, que o militar apela aos oficiais americanos para considerarem o uso dos assim chamados membros moderados da Frente al-Nusra, que é a filial da al-Qaeda na Síria, para combater o Estado Islâmico naquele país.  

F-22 Raptor da Força Aérea dos EUA
Enquanto Estado Islâmico avança, 
EUA instalam na Europa caças 
F-22 contra Rússia
A ideia vem da experiência de Petraeus no Iraque quando, no quadro de uma ampla estratégia para combater os insurgentes islamistas, os EUA persuadiram as milícias sunitas a parar de lutar junto com a al-Qaeda e começar a cooperar com as tropas estadunidenses. 

A tática deu bom resultado, mas só temporariamente. A al-Qaeda ressuscitou no Iraque como o Estado Islâmico e acabou por se tornar o inimigo jurado da sua organização-parente. Agora Petraeus quer voltar ao seu antigo jogo, defendendo a estratégia de recrutamento de membros da Frente al-Nusra, especialmente os que não partilham o essencial da filosofia islamista da al-Qaeda.

Porém, o jogo de Petraeus, se for levado à prática, pode ser imensamente controverso. A luta dos EUA contra o terrorismo começou após o ataque de 9/11 realizado pela al-Qaeda. A ideia que os EUA podiam, 14 anos depois, cooperar com os elementos da filial síria da al-Qaeda é uma ironia que não pode ser encarada pela maioria dos responsáveis americanos contatados pelo The Daily Beast. Eles consideram a iniciativa de Petraeus politicamente tóxica, quase impossível de executar e estrategicamente arriscada.

Bashar Assad, presidente da Síria, e Vladimir Putin, 
presidente da Rússia, no Kremlin. EUA se recusam 
a ver Assad como aliado contra o Estado Islâmico
A ideia iria também enfrentar sérios obstáculos legais. Assim, em 2012 a administração de Obama designou a Frente al-Nusra como organização terrorista. E, no ano passado, o presidente dos EUA Barack Obama deu ordens de ataques aéreos contra as posições da Frente al-Nusra que acolhiam os membros do Grupo Khorasan, afilado na al-Qaeda  e que tentava recrutar jihadistas com passaportes ocidentais para entrarem em aviões de linhas aéreas civis com bombas. 

Segundo os que conhecem a opinião de David Petraeus, ele propõe separar os militantes menos radicais da Frente al-Nusra que lutam contra o Estado Islâmico na Síria mas que se juntaram com a Frente al-Nusra por causa do objetivo comum que é a derrubada do presidente sírio Bashar Assad.  

Porém, não está claro como os EUA pretendem separar os militantes moderados do resto dos membros e dos líderes da organização. Petraeus tem de esclarecer as suas posições em relação a isso.

“É um reconhecimento de que o objetivo dos EUA de liquidar o Estado Islâmico sofreu um fracasso. Se não fosse, não estávamos a negociar com estes grupos terroristas”, disse Christopher Harmer, especialista em assuntos navais no Instituto dos Estudos da Guerra em Washington, disse ao The Daily Beast. 

“De ponto de vista estratégico, é desesperado”, acrescentou. 

A estratégia de Petraeus depende dum leque de hipóteses, primeiramente de a inteligência e os oficiais militares americanos saberem distinguir quem é verdadeiramente moderado dentro da Frente al-Nusra e não partilha o objetivo de substituir o governo de Assad por um governo islamista. 

Vladimir Putin e Abdel Fattah al-Sisi
Rússia e Egito aspiram a formar coalizão 
com Síria contra Estado Islâmico
Quanto mais extremista se torna o Estado Islâmico, tanto mais moderados parecem os outros grupos radicais. O Estado Islâmico, que filma execuções, organiza sequestros, pratica a escravidão das mulheres e meninas, se tornou tão bárbaro que se isolou dos outros grupos militantes, disse Harmer. 

“A aliança de conveniência, que era impossível dois anos atrás, é desejável hoje em dia e em certa medida é inevitável porque não pretendemos realizar uma operação militar no terreno”, manifestou o especialista militar.

Voltando ao caráter perigoso de tais iniciativas como utilizar os jihadistas da al-Qaeda, a Sputnik lembra que, anteriormente, o jornalista Nafeez Ahmed fez uma investigação na qual ele alega um documento da Agência de Inteligência de Defesa (DIA, na sigla em inglês) dos EUA. O referido documento prova que o Pentágono sabia que a estratégia americana de apoio aos grupos extremistas na Síria para derrubar fosse de que maneira fosse o regime do presidente Bashar Assad resultaria no surgimento do Estado Islâmico, mas os EUA não mudaram a estratégia. Por isso, ninguém sabe em que poderá resultar o hipotético apoio à Frente al-Nusra.

Além disso, o fracasso dos EUA no treinamento da oposição síria moderada e especialmente a teimosa falta de vontade por parte das autoridades americanas de apoiar o presidente legítimo sírio Bashar Assad resulta em tais iniciativas “extravagantes” como a de David Petraeus.

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu hoje (1º) mais prazo para o senador Fernando Collor (PTB-AL) apresentar defesa ao tribunal. Com a decisão, os advogados terão 30 dias para rebater as acusações contra o parlamentar. Antes, o prazo era de 15 dias. Há duas semanas, Collor foi denunciado pela Procuradoria-Geral da República (PGR) por corrupção em um dos inquéritos da Operação Lava Jato.

O Supremo concedeu mais prazo para a defesa após os advogados de Collor alegarem que não tiveram acesso aos documentos que embasaram a denúncia da procuradoria. O relator da investigação da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, manifestou-se contra a prorrogação do prazo, afirmando que os documentos estão disponíveis na secretaria do tribunal. Teori foi voto vencido. Os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Celso de Mello votaram a favor do pedido da defesa. Via Radialista Ivandi Arrais

Os alunos picharam a parede da reitoria e quebraram os móveis no local. Eles reivindicam o aumento das verbas para assistência estudantil e melhorias no modelo de educação do órgão de ensino

Atualizada às 20h41min
Estudantes da Universidade Federal do Ceará (UFC) ocuparam e promoveram quebradeira na Reitoria da instituição no final da tarde desta terça-feira, 1º, após votação em assembleia a favor do ato. Os alunos entraram no prédio, antigo casarão da Família Gentil, localizado na avenida da Universidade, picharam paredes da escadaria do salão principal e quebraram os móveis e quadros em exposição no local. Por volta de 19 horas, a Polícia Federal chegou ao local.

Às 20h, a PF deu prazo de uma hora para que os manifestantes se reunissem e chegassem a um acordo. A Polícia não está deixando ninguém mais sair ou entrar no local. Os manifestantes estão concentrados na sala principal da Reitoria. O clima está tranquilo.

Após o fim do prazo estipulado pela PF, cinco representantes dos estudantes se reuniram com o vice-reitor, professor Custódio Almeida, e membros da Administração Superior da UFC, além da delegada federal, Alexsandra Medeiros. O objetivo é que as partes cheguem a um acordo sobre a ocupação. Até o momento, a situação não foi definida.

De acordo com o Comando de Greve Estudantil, os alunos reivindicam o aumento das verbas para assistência estudantil e melhorias no modelo de educação do órgão de ensino.

Na manhã desta terça, cerca de 15 estudantes grevistas se reuniram com o Vice-Reitor, professor Custódio Almeida, segundo a UFC. Na reunião, uma carta com as pautas do Comando de Greve Estudantil foi entregue ao professor, que acertou, segundo a UFC, encaminhamentos com os discentes para as demandas apresentadas.

Também participaram desta reunião o Pró-Reitor de Assuntos Estudantis, Prof. Ciro Nogueira Filho, seu adjunto, Prof. Manuel Furtado, e o coordenador da Agência de Estágios, Prof. Rogério Mâsih.

Conforme o movimento, uma assembleia geral foi realizada no último dia 19 com a presença de mais de 700 estudantes credenciados da Universidade. No encontro, foi votada e aprovada, por expressiva maioria, a greve estudantil da UFC.

O POVO Online entrou em contato com a assessoria de comunicação da universidade, que confirmou, em nota, a invasão e informou que um grupo de pessoas, várias delas mascaradas, arrombou as portas da Reitoria, invadiu e pichou o prédio, expulsando funcionários e se apossando do recinto.

A nota também informa que o Vice-Reitor ainda tentou, novamente, o diálogo com o grupo. "No entanto, os invasores negaram-se ao debate e resolveram prosseguir com a ação, sem apresentar, naquele momento, nenhuma reivindicação à gestão da Universidade", disse a nota.

As contas da campanha do candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, foram rejeitadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que detectou pelo menos 15 irregularidades. Os erros vão desde a omissão de doações feitas por empreiteiras, como a Construtora Odebrecht, como irregularidades nos cálculos. A ministra Maria Thereza Assis Moura pediu explicações ao candidato que há meses vem criticando as pedaladas fiscais supostamente praticadas pelo governo de Dilma Rousseff. 

Do 247 - A relatora da prestação de contas da campanha do senador Aécio Neves (PSDB-MG) à Presidência da República no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Maria Thereza de Assis Moura, solicitou do tucano explicações sobre 15 supostas irregularidades detectadas nos documentos entregues à corte.

Entre elas está o fato de Aécio ter repassado para o PSDB uma doação de R$ 2 milhões da Odebrecht, mas não ter registrado a transferência na prestação de contas.

"O comitê financeiro nacional para presidente da República do PSDB registrou em sua prestação de contas o recebimento de doação de R$ 2 milhões, efetuada pelo candidato, no entanto, não há o registro da transferência na prestação de contas", afirma o relatório técnico da Justiça Eleitoral. A Odebrecht é uma das empreiteiras investigadas na Operação Lava Jato e seu presidente, Marcelo Odebrecht, está preso desde 17 julho.

Segundo dados divulgados pelo Estado de S. Paulo, além da Odebrecht, o TSE aponta também uma diferença entre o valor declarado pela campanha e o montante efetivamente doado pela construtora Construbase. O candidato tucano recebeu R$ 1,75 milhão, mas declarou R$ 500 mil.

A ministra Maria Thereza de Assis Moura quer saber também por que a campanha tucana declarou R$ 3,9 milhões em doações estimáveis apenas na prestação de contas retificadora.

Das 15 irregularidades detectadas pelo tribunal, pelo menos três foram consideradas infrações graves. Elas dizem respeito a doações recebidas antes das prestações de contas parciais e que só foram registradas nas prestações finais, somando mais de R$ 6 milhões.

O PSDB informou por meio de nota que já esclareceu ao TSE todas as dúvidas e ratificou os erros apontados pelo tribunal. Segundo o partido, todos as doações foram registradas com os devidos recibos eleitorais, inclusive as da Odebrecht e Construbase, e as falhas detectadas são erros meramente contábeis. Via Conexão Jornalismo
Imagem Amaury Alencar
 A prefeita de Tarrafas, na região Sul do Ceará, Maria Girleuda da Silva Matias de Araújo, baixou um decreto municipal, visando adotar medidas para a redução orçamentária, mediante as dificuldades financeiras que o município atravessa. O conjunto de medidas prevê a redução em 20% dos vencimentos da prefeita, do vice-prefeito e de secretários municipais; redução de carga horária e do salário dos professores temporários para um salário mínimo nacional. As medidas estabelecidas no decreto são semelhantes às recentemente adotadas pela Prefeita do município de Santana do Cariri, Daniele Machado.

O decreto visa estabelecer o equilíbrio da gestão financeira, devido à crise econômica nacional e a redução de recursos advindos do governo federal.

O chefe de Gabinete da Prefeitura de Tarrafas, Neto Alcântara, informou que o motivo maior desta redução salarial se deve à situação que o Brasil atravessa e da herança de uma série de problemas acumulados desde a eleição do ano de 2012, com o processo de cassação da ex-prefeita Lucimeire Batista. Em um ano, fora quatro gestores e o município ficou impedido de firmar convênios. 

Cada vez mais isolado, dentro e fora de seu partido, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, prepara sua saída do cargo de forma magistral, segundo fontes adiantaram ao jornal Correio do Brasil, nesta segunda-feira (31). 

Cunha não digeriu, até agora, o discurso de seu hoje ex-aliado no PSDB, o senador Aécio Neves (MG) e a expectativa, antes da possível queda nos próximos dias, é quem ele levará junto, na descida, após avisar aos navegantes: “Não vou cair sozinho”.

Aécio fugiu da aventura golpista liderada por Cunha, ao perceber que a campanha para o impedimento da presidenta Dilma Rousseff derreteu, no momento em que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, arquivou a denúncia do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a campanha da petista, em 2014.

O desembarque de Neves, no entanto, foi mais ruidoso do que Cunha esperava. A ponto de aguardar, sem sucesso, uma reparação do ex-aliado, na noite passada. Um grupo de 15 deputados já apresentou pedido de afastamento de Eduardo Cunha do comando da Casa e seu único ponto de apoio, com capacidade para segurá-lo no posto, cedeu. O PSDB, que até a semana passada dava sustentação ao parlamentar carioca, já passa a considerá-lo uma ameaça ao discurso jacobino da direita.

Até a proteção da mídia conservadora, que ainda mantinha Eduardo Cunha longe dos holofotes da opinião pública, começa a transparecer os primeiros sinais de fadiga. Na edição desta semana, a revista Época dispara mais um tiro contra o presidente da Câmara Federal, na reportagem intitulada A derrocada de Eduardo Cunha.

Esquema de corrupção

“Rápido, incansável, agressivo e acuado em uma situação muito delicada, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, do PMDB, causa apreensão em Brasília. Na tarde da quinta-feira, dia 20, colegas do PMDB souberam que Cunha mandou ao vice-presidente da República, Michel Temer, aquele clássico aviso de ‘não vou cair sozinho’, disparado quando a tensão fica alta na região mais escura do espectro político. Durante anos, Cunha e Temer foram muito próximos no PMDB. O governo sabe que não será poupado da ira de Cunha, apesar do discurso oficial otimista espalhado por ministros petistas”, afirma a revista semanal de propriedade das Organizações Globo.

Cunha tem até o próximo dia 10 para responder à denúncia do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ao Supremo Tribunal Federal (STF), na qual ele pede 184 anos de prisão para o possível réu. Cunha é um dos envolvidos no esquema de corrupção que drenou cerca de R$ 80 bilhões da Petrobras. Na peça jurídica encaminhada ao STF, Cunha é acusado, em 85 páginas, por crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Segundo Janot, ele teria recebido cerca de US$ 5 milhões em propinas, no contrato celebrado entre a estatal e a empresa coreana Samsung. Janot pede ao Supremo que Cunha devolva US$ 80 milhões – equivalentes a cerca de R$ 280 milhões.

Cunha teria usado a igreja a que pertence, a Assembleia de Deus em Madureira, Zona Norte do Rio,segundo investigações da Polícia Federal (PF), para lavar dinheiro e distribuir parte da propina arrecadada, durante sua campanha eleitoral. A Operação Lava Jato, da PF, Cunha estaria envolvido em outros crimes, ainda em fase de apuração.

‘Acordão’

“A ação de Janot desestabiliza Cunha severamente. Entretanto, devido ao cargo do deputado, a seu perfil pessoal e ao atual cenário político, torna-o ainda mais perigoso para a estabilidade do país”, afirmou Época. “Cunha tende a ameaçar colegas como o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), também acusado pela Operação Lava Jato e que recentemente se aproximou da presidente Dilma Rousseff. Cunha pediu a aliados que aprovem a convocação de Sérgio Machado, ex-presidente da Transpetro, para depor na CPI da Petrobras. Afilhado de Renan, Machado permaneceu 11 anos na Presidência da subsidiária da Petrobras, de onde saiu por ter sido mencionado pelo ex-diretor Paulo Roberto Costa como pagador de uma propina de R$ 500 mil”, acrescentou a reportagem da revista.

Em nota, Cunha negou as acusações, mas não tentou se explicar diante das denúncias. Preferiu atribuir a ação da Procuradoria-Geral da República a um complô entre Janot e o governo contra ele. Segundo afirmou, haveria um “acordão” que inclui a preservação de outro acusado pela Lava Jato, o presidente do Senado, Renan Calheiros.

– Não participei e não participo de qualquer acordão e certamente, com o desenrolar, assistiremos à comprovação da atuação do governo, que já propôs a recondução do procurador, na tentativa de calar e retaliar minha atuação política – defende-se Cunha. Via: BR 29

Candidato do PSDB que prometeu “arrancar cabeça de Dilma” terá que reafirmar ameaças à Polícia Federal

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) apresentou, nesta segunda-feira (31), um conjunto de requerimentos à Polícia Federal, Ministério da Justiça, Ministério Público Federal e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para que seja apurada a ameaça de morte à Presidenta Dilma Rousseff feita por um advogado de Brasília, e que em 2014 concorreu ao cargo de deputado federal pelo PSDB.

Em vídeo divulgado nas redes sociais, Matheus Sathler Garcia afirma que, caso a Presidenta Dilma não saia do Brasil até a véspera do dia 7 de setembro, “sangue vai rolar”, e prossegue dizendo que  “com a foice e o com o martelo nós vamos arrancar sua cabeça e pregar e fazer um memorial pra você”.

No pedido remetido à PF, o deputado Pimenta solicita que o advogado filiado ao PSDB seja ouvido para que reafirme diante da autoridade policial as ameaças feitas à Presidenta Dilma. “Ele terá uma oportunidade para reafirmar as ameaças e esclarecer o teor de sua manifestação”, enfatizou Pimenta, lembrando que recentemente, em um caso idêntico, um americano foi detido após ameaçar de morte o Presidente Barack Obama. Nos Estados Unidos ameaças dirigidas ao Presidente são punidas com até 10 anos de prisão.

Em outro documento enviado ao Ministério da Justiça, o parlamentar requer “instauração de procedimento investigatório adequado”. De acordo com o Código Penal cabe, exclusivamente, ao ministro da Justiça proceder quando crimes contra a honra forem dirigidos à Presidente da República.

O deputado Pimenta fez ainda mais três encaminhamentos: ao Gabinete de Segurança Institucional do Ministério da Justiça, responsável pela segurança do 7 de setembro; um pedido de providências ao Ministério Público Federal, por incitação ao crime; e à Ordem dos Advogados do Brasil, para que o Tribunal de Ética e Disciplina instaure processo disciplinar contra Matheus Sathler Garcia.

De acordo com Pimenta, além das ameaças, o advogado prega mecanismos violentos de rompimento da ordem constitucional, com flagrante escárnio pelos princípios do Estado Democrático de Direito.

“O Código prevê ainda que o advogado ‘deve ter consciência de que o Direito é um meio de mitigar as desigualdades para o encontro de soluções justas e que a lei é um instrumento para garantir a igualdade de todos’ (artigo 3º).

O advogado Matheus Diniz Sathler Garcia, ao contrário, prega mecanismos violentos e que se valem até mesmo de tortura e da morte para finalidades políticas”, diz o pedido do deputado Pimenta enviado à OAB. Via: Revista Fórum
“Um recado claro à presidenta Dilma Roussef. (…) Renuncie, fuja do Brasil ou se suicide. Dia 7 de setembro a gente não vai pacificamente pras ruas. Juntamente com as Forças Armadas, vamos te tirar do poder. Assuma o seu papel, tenha humildade para sair do país porque, caso contrário, o sangue vai rolar. E vamos fazer um memorial na Praça dos Três Poderes: um poste de cabeça pra baixo. Nós vamos arrancar sua cabeça e fazer um memorial.”

O autor dessas ameaças é Matheus Sathler (imagem ao lado), que se apresenta como advogado num vídeo gravado no último dia 25. Sathler foi candidato a deputado federal pelo PSDB. Não se elegeu.

No ano passado, causou barulho por causa de sua proposta de criação do “kit macho” e “kit fêmea” — como ele mesmo explicou, cartilhas para distribuição nas escolas ensinando “homem a gostar de mulher e mulher a gostar de homem”.

Ele se declara líder de um certo Movimento Mais Valores, Menos Impostos. Numa entrevista para o Uol, gabou-se de sua relação “muito boa com o pastor Silas Malafaia, com o deputado pastor Marco Feliciano e com o padre Paulo Ricardo [sacerdote olavista de extrema direita].”

Evangélico, “pregador” da Assembleia de Deus Ministério Missão Vida, acha necessário “proteger as crianças da influência homossexual”.

Mais do que visivelmente limítrofe, Sathler é o que a jornalista alemã Anja Reschke chamou de “pequeno ninguém” da internet. Reschke falava do alcance do ódio dos extremistas: “Até recentemente, esses comentaristas estavam escondidos atrás de pseudônimos, mas agora essas coisas estão sendo feitas sob os nomes verdadeiros dos autores”, disse ela em seu telejornal. “Aparentemente, não é mais embaraçoso.”

Cometeu um crime. Mas, como em tantos outros casos — para citar apenas dois deles, o do psicótico que invadiu a comitiva presidencial nos EUA e o do agente da PF que praticava tiro ao alvo com uma foto de Dilma —, este também vai ficar impune.

O Brasil é o país onde a noção de tolerância se transformou num laissez faire em que se incita o assassinato numa boa, enquanto a polícia militar faz escolta para um boneco inflável e o ministro da Justiça dá tapinhas nas costas de um miliciano.

Confira o vídeo:

Via: DCM

ACEJI 52 ANOS - Agência de Comunicação é meta da nova diretoria.

Atendendo requerimento do deputado Heitor Férrer, subscrito pelo pelos deputados Capitão Wagner e Walter Cavalcante, a Assembleia Legislativa do Ceará, promove no dia 3 de setembro (quinta-feira), às 15h, no Plenário 13 de Maio, Sessão Especial para comemorar os 52 anos da ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior) e a posse da sua nova diretoria.

A iniciativa do parlamentar é justificada pelo fato da entidade “ter, dentre outros objetivos, promover, por meio da imprensa, o progresso, a integração e o bem-estar das comunidades do interior, promovendo o encaminhamento dos seus problemas locais e regionais junto às autoridades do País, Estado e Municípios, propugnar pelo soerguimento da classe e pela melhoria do nível da comunicação, com a realização de capacitação especializada e o ingresso de seus filiados em escolas de jornalismo ou de comunicação”.

AGRACIADOS

Durante a cerimônia, a ACEJI prestará homenagem especial, com a entrega da comenda “52 anos da Aceji” às seguintes personalidades: empresária Yolanda Vidal Queiroz, jornalistas Antônio Viana de Carvalho, Manoel Evaldo Lopes de Oliveira, Edmundo Bernardo de Souza, Maria Adísia Barros de Sá, e Wellington Lobo de Mesquita; empresário Antônio Glauber Gonçalves Monteiro, radialista José Távora Costa, educadora Maria Nivanda Medeiros, administrador de empresas Josbertini Virgínio Clementino, advogado e jornalista Francisco Aprígio da Silva, e ex-deputado Filinto Elízio Aguiar, prefeito de Icó Jaime Junior, empresária Carmem Lúcia Dummar, e Conselheiro do TCM, Domingos Gomes de Aguiar Filho.

De acordo com o presidente da Aceji, jornalista João Ferreira, a ideia é dar mais visibilidade pública à instituição e homenagear acejianos e personalidades que contribuem para o seu crescimento. “Estamos fazendo um resgate histórico dos grandes nomes do passado que ainda não haviam recebido o justo reconhecimento público do seu trabalho. Esperamos estar contribuindo para a história futura da Aceji”, ressalta.

Os convites para o grande evento já estão sendo entregues e a diretoria da Aceji espera a adesão em massa da família acejiana, autoridades e convidados especiais que irão prestigiar o acontecimento.

NOVA DIRETORIA

A diretoria a ser empossada durante a solenidade tem à frente o jornalista João Ferreira, reeleito, por aclamação para seu segundo mandato (2015 a 2018). Os demais dirigentes são os seguintes: 1º VICE – JOSÉ ALFREDO EMÍDIO DA COSTA, 2º VICE – WALTER PINTO BARDAWIL, SECRETARIADO:  1º - LUIZ CARLOS MOREIRA FARIAS 2º - LUCIANO MOREIRA DE ARAUJO,  3º - SYLVIA HELENA MEDEIROS BRAUN,  TESOURARIA:  1º - MANUEL EVALDO LOPES DE OLIVEIRA,  2º - CARLOS AUGUSTO VASCONCELOS MONTEIRO,  3º - EVANDRO SOARES DE OLIVEIRA;  RELAÇÕES PÚBLICAS - ANTÔNIO ZEUDIR QUEIROZ SOUTO,  ASSESSORIA DE IMPRENSA - LÍGIA DA SILVA XAVIER,  DIRETOR DE COMUNICAÇÃO - ANTÔNIO VIANA DE CARVALHO;  DIRETOR REGIONAL METROPOLITANO - JORGE LUIZ PEREIRA DE SOUZA,  DIRETOR REGIONAL CENTRO - SUL VOLTAIRE XAVIER,  DIRETOR DE SEDE E PATRIMÔNIO - JOSÉ JONES BARBOSA CAVALCANTE, DIRETOR DE ASSUNTOS CULTURAIS - FRANCISCO DE ASSIS CLEMENTINO FERREIRA, DIRETOR DE BIBLIOTECA, - JORGE LUIZ FRORENÇO ALVES, DIRETOR DE ASSUNTOS JURÍDICO - FRANCISCO APRÍGIO DA SILVA, SUPLENTES DE DIRETORIA:  RAIMUNDO RODRIGUES ARAÚJO, MILTON BRAGA FIGUEIREDO, MARCOS EVANGELISTA NERY SARAIVA; CONSELHO FISCAL: PAULO ROBERTO NEVES PEREIRA, GILSON MOREIRA DA COST, MIGUEL GOMES SOARES, SUPLENTES DO CONSELHO FISCAL: FRANCISCO LIMA FREITAS, CARLOS JOSÉ DOS SANTOS (KATE), CLÓVIS ALMEIDA (JR. PENTECOSTE), DIRETOR DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS - FILINTO ELIZIO AGUIAR, DIRETOR REGIONAL IBIAPAVA – VALDIVINO BENTO DA COSTA, DIRETOR DE EDUCAÇÃO CONTINUADA EM JORNALISMO – AUGUSTO CÉSAR VENANCIO DA SILVA, - DIRETOR DE PLANEJAMENTO E MARKETING – FABIO TAJRA.

PROJETOS

A nova diretoria da Aceji terá como grande desafio a criação de sua Agência de Comunicação. “Esse é um sonho antigo e que pretendemos tornar realidade nesses próximos três anos, com o objetivo gerar ocupação e renda para os nossos associados”, destaca o presidente João Ferreira.

A realização de convênios com clínicas, hospitais, lojas e outros também são metas ambiciosas da nova gestão acejiana, tudo para beneficiar o quatro social da instituição.

Mais informações: Assessoria de imprensa da Aceji: (85) 99697.8568 – jornalista Lígia Xavier

Presidência: (85) 99732.5010/98540.9588
De acordo com pesquisa publicada no jornal "Life Science", a artemisinina, um derivado da planta losna ou absinto (Artemisia annua), muito usada na medicina chinesa, pode matar 98% das células de câncer do pulmão em menos de 16 horas. 

A erva usada sozinha reduz as células de câncer de pulmão até 28%. 

Mas em combinação com ferro, segundo as pesquisas, a planta elimina completamente o câncer. 

No experimento, a erva não teve impacto nas células saudáveis. 

A artemisinina, a poderosa substância da losna, já é reconhecida como poderoso remédio contra a malária há muito tempo. 

E agora, com esta descoberta, mostrou-se também eficaz na luta contra o câncer. 

Quando os cientistas adicionaram ferro durante a realização do estudo, que mais tarde ligado ao tecido pulmonar, especialmente para as células cancerígenas infectadas, artemisinina atacou seletivamente as células "más", e deixou "boas" células intactas. 

Os resultados da pequisa, realizada pela Universidade da Califórnia, mostram que a artemisinina controla o crescimento e a reprodução de células de câncer de pulmão. 

Existem inúmeras experiências realizadas até agora e todas provam que, em combinação com o ferro, a artemisinina da losna pode efetivamente destruir o câncer. 

Outro estudo da Universidade de Washington, liderado pelo Dr. Henry Lai e Narendra Singh, e até agora, o maior estudo feito sobre a artemisinina nos Estados Unidos, mostra que essa substância, também combinada com ferro, tem uma taxa comprovada de 75% de destruição das células do câncer de mama em apenas 8 horas e quase 100% de destruição em 24 horas. 

Ou pesquisador, o médico americano Len Saputo, chama a artemisinina de "uma bomba inteligente contra o câncer". 

Ele lembra que  a quimioterapia é tóxica tanto para as células cancerosas como para as células normais. 

No caso de artemisinina, isso não ocorre, apenas as células cancerosas são danificadas.  

Em mais de 4.000 estudos, informa o médico, nenhuma toxicidade significativa da artemisinina foi encontrada, o que a torna muito diferente da quimioterapia convencional.  

No Vietnã, a família de médicos Hoang tem utilizado a losna para o tratamento de câncer já faz anos.

Ao longo de um período de 10 anos, trataram 400 pacientes com artemisinina. 

Em 60% deles, o tratamento foi muito bem-sucedido. Todos esses estudos utilizaram a artemisinina, extraída da losna. 

Porém, se você quiser, pode usar a infusão da planta como forma de se prevenir contra a doença. 

COMO PREPARAR O CHÁ 

Ferva meio litro de água. 
Adicione 1 colher (sopa) da plante e espere 10 minutos. 
Tome duas xícaras por dia, durante uma semana, ao menos uma vez por mês.  
O chá de losna é muito amargo. 
O sabor da planta teria impressionado até Salomão, que em um dos seus provérbios disse: "Os lábios da mulher adúltera destilam favos de mel, e as suas palavras são mais suaves que o azeite; mas o fim dela é amargoso como a losna"
Por isso, se não suportar o sabor, diminua a quantidade para meia colher (sopa). 
A losna é encontrada em lojas de produtos naturais. 
Contraindicações do chá:  gestantes e lactantes. 
Ele não deve ser tomado por longos períodos ou em grandes quantidades.

Um pouco “estranha” a doação ao senador Aloysio Nunes (PSDB), que foi vice de Aécio Neves na campanha eleitoral para a Presidência, feita pela UTC. Aloysio declara que a relação dele com a UTC é de amizade, e não de relações que permitissem qualquer pedido para proteger empreiteiros na Lava Jato.

De acordo com a reportagem da Veja,  Aloysio teria recebido oficialmente R$ 300 mil, e outros R$ 200 mil em dinheiro vivo, segundo delação premiada de Ricardo Pessoa, da UTC. Aloysio confirma a doação “efetiva e legalmente arrecadada” de R$ 200 mil para a campanha ao Senado em 2010.

Este mesmo senador, que também foi vice de Orestes Quércia, não deve também ter participado nem tomado conhecimento, como vice, das várias denúncias feitas contra o governador Orestes Quércia, na época ligado a empreiteiras em construção de um prédio do governo do Estado.

E o mais estranho ainda é que o dinheiro não consta na prestação de contas publicada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

confira no vídeo:


Por: Jornal do Brasil / Via BR 29
Acompanhando a comitiva da Presidenta Dilma Rousseff, o Coordenador da Bancada Federal Cearense, Deputado José Airton Cirilo (PT-CE), juntamente com o Governador Camilo Santana, participaram na tarde desta sexta-feira 29/8 em Caucaia-CE, da solenidade de entrega simultânea de unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida de três residenciais no Estado: José Lino da Silveira (Caucaia), Cidade Jardim (Fortaleza) e Demócrito Dummar (Maracanaú). 

Após a solenidade o deputado José Airton e a comitiva presidencial participaram de reunião com empresários cearenses e logo em seguida participaram também no Centro de Eventos do Ceará do Programa Dialoga Brasil, que é uma plataforma digital que possibilita uma maior interface entre a população e o governo, e contou com a presença dos ministros Eduardo Cardozo (Justiça), Arthur Chioro (Saúde), Juca Ferreira (Cultura), Renato Janine (Educação), Tereza Campello (Desenvolvimento Social e Combate à Fome), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência da República), e a presença em massa de lideranças dos mais diversos movimentos sociais que puderam formular propostas para a melhoria dos programas do Governo Federal. ‪#‎JoséAirtonCaucaia ‬‪#‎JoséAirtonMaracanaú‬ ‪#‎JoséAirtonCeará‬ 

A ACEJI (Associação Cearense de Jornalistas do Interior) vem a público externar sua indignação diante da invasão do site de noticias Canindé Online, do jornalista e sócio desta entidade CARLOS SILVA, na tarde do dia 27/08/15, por hackers, confirmado pelo provedor, que sugeriu procurar uma delegacia online para registrar a ocorrência, o que configura violação à Constituição Federal (arts. 220 a 224), que dizem: “Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço à plena liberdade de informação jornalística em qualquer veículo de comunicação social, observado o disposto no art. 5º, incisos IV, V, X, XIII.  e XIV” (art. 220, § 1º).

Nos últimos tempos tem sido uma constante no Ceará calar a boca de comunicadores combativos e tentar fechar veículos comprometidos com o desenvolvimento sócio-cultural e educacional do nosso Estado.

Diante de mais este absurdo, prestamos total solidariedade ao nosso associado e pedimos urgentes ações por parte das autoridades constituintes para desvendar o caso e punir os culpados com o rigor da lei.

Fortaleza, 27 de agosto 2015
A DIRETORIA
Via: Jornal dos Municípios

Um delinquente, ainda não identificado, simpatizante da gestão “Juntos Fazemos Mais” tentou intimidar o trabalho da impressa no município de Itapajé. O indivíduo telefonou para o repórter Francisco Carioca, da rádio Guanacés AM, e fez ameaças de morte ao profissional. 

O covarde, que ligou de um número confidencial, citou o caso do assassinato do radialista Gleydson Carvalho, morto em Camocim no último dia 06, e disse que o mesmo poderia acontecer com Carioca, caso ele insista nas criticas contra a gestão municipal. A ameaça foi feita logo após o repórter participar ao vivo do programa do Radialista Juarez Câmara, em que teceu críticas à saúde pública de nossa cidade. Tão logo o bandido desligou o telefone, Francisco Carioca se dirigiu à delegacia de polícia civil de Itapajé para fazer um Boletim de Ocorrência. No itinerário até a delegacia o mesmo indivíduo ligou novamente para o repórter. 

Dessa vez disse a Carioca que ele não deveria levar as ameaças na brincadeira, pois falava sério. Francisco Carioca pedirá à Polícia Civil a quebra de seu sigilo telefônico para que os policiais possam rastrear a origem das ameaças.

Juarez Câmara também informou através de áudio divulgado em grupos no Whatsapp que fará uma denúncia formal ao sindicato dos radialistas do Ceará. O incidente aconteceu nesta quinta-feira, dia 27. Ouça o que disse Câmara:



Mardem Lopes - DRT 2652 CE / Via: Notícias de Pentecoste

Politiqueiros e corruptos, travestidos de gestores, são alvos de enriquecimento ilícito com dinheiro público do município de Felipe Guerra/RN que fica há 356 km de Natal.

Rede News 360 - Quem pensa que a nova onda de escândalos administrativos envolvendo gestões passadas se encerrou com a divulgação de supostas simulações de contratos, saques de valores vultosos em boca de caixa, transferências sem justificativas, das contas da Prefeitura de Felipe Guerra/RN, está redondamente enganado. Ontem (25/08) tive acesso a um novo Relatório do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (TCE/RN), referente aos anos 2011 e 2012, das últimas administrações públicas passadas do município de Felipe Guerra/RN, e confesso que me estarreci ao perceber o que ainda está por vir. Faço jornalismo investigativo desde 2009, de lá para cá venho acompanhando todos os escândalos administrativos ocorridos em Felipe Guerra e outros municípios potiguares, e posso garantir que à operação denominada “Ave de Rapina”, deflagrada em Felipe Guerra/RN no ano de 2012, à qual resultou no afastamento do então prefeito Braz Costa (PMDB), foi ‘fichinha’.

MAIS DE R$ 18 MILHÕES

Podem ter sido desviados dos cofres públicos do município de Felipe Guerra/RN, somente entre os anos 2011 e 2012, período que compreende o final da última gestão do então prefeito Braz Costa (PMDB), bem como às gestões interinas de Pedro Cabral (PMDB) e Reginaldo Pascoal (PSD). Pelo menos é o que aponta o novo Relatório do Tribunal de Contas do Rio Grande do Norte (TCE/RN).

QUEM DAR MAIS?

Até a vasilha do sal da casa do ex-prefeito de Felipe Guerra/RN, Hulgo Costa, deverá ir a leilão muito em breve. Condenado em alguns processos por Improbidade Administrativa, Hulgo Costa terá que devolver mais de R$ 3,7 milhões aos cofres públicos. Tudo que pertence ao ex-prefeito vêm sendo monitorado pela Justiça para garantir que o município seja ressarcido. Sem ter pregado um prego numa barra de sabão com um martelo de cera, o ex-prefeito adquiriu bens milionários no período em que foi prefeito da terra das abelhas.

QUEM BATE ESQUECE, MAS QUEM APANHA LEMBRA

A empresária e então candidata à prefeita de Felipe Guerra/RN, Iolanda Costa (PMDB), não dar nenhuma demonstração de que possa perdoar o fato do seu cunhado, ex-prefeito Hulgo Costa, ter renegado seu nome nas Eleições Municipais 2012. Iolanda era escolhida da Situação da época, para à sucessão de Braz Costa, mas o ex-prefeito preferiu apoiar o candidato de oposição, atual prefeito Haroldo Ferreira. Achando pouco a sacanagem, Hulgo Costa ainda indicou um primo de Iolanda como vice na chapa adversária.

JÂNIO E REGINALDO FICARÃO CHUPANDO DEDOS?

O ex-prefeito Hulgo Costa, o qual está perdendo os últimos cabelos da cabeça, tentando arquitetar um plano para fazer a retomada do poder em 2016, e que não abre mão de lançar seu filho Médico, Victor Costa, demonstra continuar objetivando trazer alguém da Situação, para compor a futura chapa. Esta sempre foi à estratégia usada por Hulgo na política local. Se isto vier acontecer, Jânio e Reginaldo vão ficar chupando dedos? Via: Rede News 360 

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou hoje (26) o projeto de lei (PL 3.624/08) que permite que agentes de fiscalização de trânsito portem armas de fogo para defesa pessoal. O texto que altera a lei 10.826/03, sobre o Sistema Nacional de Armas (Sinarm) tramita há sete anos na Câmara e agora segue para apreciação do Senado. Autor da proposta, o ex-deputado Tadeu Filippelli argumentou que com a criação do Estatuto do Desarmamento, integrantes dos departamentos de trânsito ficaram desprotegidos.

“A proibição para o porte de arma de fogo atingiu em cheio esta nobre classe de profissionais que, se forem apanhados portando arma de fogo, serão presos, sem direito a fiança e passarão pelo grande vexame de terem de responder a um processo criminal, o que os desacreditará perante a comunidade em que vivem”, destacou Filippelli.

Os deputados consideraram a concessão do porte de arma necessária, considerando que a fiscalização do trânsito envolve riscos, assim como outros agentes de segurança e fiscalização. Onze parlamentares votaram contra o projeto - Raul Jungmann (PPS-PE), Bacelar (PTN-BA), Renata Abreu (PTN-SP), Ronaldo Fonseca (PROS-DF), Wadih Damous (PT-RJ), Padre João (PT-MG), Alessandro Molon (PT-RJ), Betinho Gomes (PSDB-PE), Chico Alencar (PSOL-RJ), Bruno Covas (PSDB-SP) e JHC (SD-AL).

A CCJ ainda aprovou hoje o projeto de lei (PL 7.493/06) que altera um dos artigos da Lei das Eleições (9.504/ 97), estabelecendo que nas seções destinadas a eleitores cegos, a urna eletrônica terá recurso que permita ao eleitor conferir o voto em fone de ouvido. O texto que ainda precisa ser votado em plenário abre, inclusive, a possibilidade de cancelamento e repetição do voto quando verificar erro.

Por Carolina Gonçalves – Repórter da Agência Brasil Edição:Maria Claudia Fonte:Agência Brasil
Editor Maria Claudia

Cliente de uma churrascaria em Pentecoste no interior do Ceará, ao abrir uma lata de "FANTA LARANJA" para beber, encontra duas baratas e desde o ocorrido que a empresa COCA COLA BRASIL trata o caso com negligência.

Tobias Saraiva Moura, proprietário da Churrascaria “O TOBIAS” localizada na Rua Padre José Raimundo nº 115 na Cidade de Pentecoste / Ceará, vem sofrendo aborrecimentos e constrangimentos desde a data do acontecido e até mesmo piadas (Os clientes dizem assim: "traga um refrigerante, mas sem barata...") e através de sua advogada Valéria Braga (OAB-CE 10829), abriu processo contra a COCA COLA BRASIL, por danos materiais e morais, com base nos arts. 5º inciso X da Constituição Federal, art. 6º, incisos VI e VIII, e 12 do CDC; e o proprietário da churrascaria, o senhor Tobias agora procurou nosso blog, com documentos e vídeo para mostrar ao público através das redes sociais e pela mídia na internet (nós blogueiros mostramos as coisas como realmente acontecem) o descaso por parte da COCA COLA BRASIL que desde 2013 vem tratando o consumidor com negligência e digo até com falta de respeito, em relação a este caso de duas baratas que estavam dentro de uma lata de refrigerante “FANTA LARANJA”, vale ressaltar que este processo está no Fórum da Comarca de Pentecoste.

Empresa multinacional a COCA COLA BRASIL comercializa bebidas em grande porte e em larga escala por vários países, inclusive aqui no Brasil, e de acordo com o Código de Defesa do Consumidor é qualificada como fornecedora e fabricante e deve ser responsabilizada... Enquanto que o Senhor Tobias fornece alimentos em um pequeno comércio no município de Pentecoste e que na data do dia 13 de Junho de 2013, por volta do meio dia, foi surpreendido por um cliente que o chamou a sua mesa e reclamou que ao abrir uma lata de refrigerante “FANTA LARANJA”, encontrou duas baratas dentro da mesma. Diante de tão grave reclamação, verificou de imediato que realmente a reclamação do cliente tinha procedimento, por ser hora de movimento (almoço), a churrascaria estava cheia de clientes e que várias pessoas presenciaram o fato e inclusive se retirando do local. Foi feito um vídeo com a lata da FANTA LARANJA contendo as baratas e feita uma comunicação ao distribuidor da bebida. O Proprietário fez o Boletim de Ocorrência e também comunicou a vigilância Sanitária do município. 

A COCA COLA BRASIL com endereço no Ceará (Maracanaú), apesar de ter sido comunicada várias vezes, não deu qualquer explicação para o caso de ter baratas dentro da lata de ”FANTA LARANJA”, tendo proposto somente a troca da lata que continha baratas o que não foi aceito pelo proprietário diante de tanto descaso e que ainda guarda a lata de FANTA LARANJA com as respectivas baratas...

Aqui temos dois vídeos, um com o proprietário relatando esta situação e no segundo vídeo feito na hora da reclamação em que foi encontrado as duas baratas dentro da "FANTA LARANJA".

Vídeo acima produzido por Junior Pentecoste

ABAIXO O VÍDEO COM A LATA DE FANTA LARANJA COM BARATAS

Vídeo acima produzido pela Churrascaria O Tobias

É incontestável o prejuízo material e moral deste comerciante pelo fato do caso ter se espalhado por toda a cidade, demonstrando a negligência por parte da empresa. 

Confira na íntegra todo o processo que nos foi apresentado e elaborado pela Advogada da churrascaria "O Tobias":








Esperamos que a COCA COLA BRASIL se manifeste sobre este assunto em respeito aos seus consumidores e clientes.