Sarto fala sobre reeleição: 'Se acharem que represento a liderança desse processo, estarei disposto'

Até o momento, Sarto é defendido por colegas de partido como opção para a disputa eleitoral, mas o prefeito tem sido moderado ao comentar o assunto

Por Ingrid Campos, ingrid.campos@svm.com.br

PONTOPODER

Prefeito José Sarto (PDT) cedeu entrevista à Live PontoPoder nesta quinta-feira (15). Foto: Thiago Gadelha

Aposta do PDT para a disputa pela Prefeitura de Fortaleza em outubro, o prefeito José Sarto mantém cautela sobre a sua pré-candidatura à reeleição. Nesta quinta-feira (15), ao PontoPoder, o gestor disse que a empreitada vai depender da avaliação dos seus correligionários sobre o projeto a ser apresentado por ele para os próximos quatro anos.

“A política é cheia dessas surpresas, eu estou aqui fazendo gestão e não posso abdicar disso porque o fortalezense quer mesmo é rua limpa, médico e remédio no posto, ciclofaixa e o passe livre funcionando. Daqui para frente, vou juntar tudo o que já fizemos (e apresentar). Plantamos durante muito tempo, planejamos e, como diz o ditado, há tempo de plantar e tempo de colher”, afirmou.

“Eu vou apresentar no tempo devido, quando a lei eleitoral permitir, a minha proposta para a cidade e, se os companheiros acharem que eu represento a liderança desse processo, nesse minuto, eu estarei disposto, com muita vontade e honra, de representar o PDT nessa disputa”, indicou.

Até o momento, Sarto é defendido por colegas de partido como opção para a disputa eleitoral, mas o prefeito tem sido moderado ao comentar o assunto. Eleito em 2020 a partir de uma ampla aliança de lideranças municipais e estaduais, o pedetista foi um dos mais atingidos pelo rompimento entre PT e PDT em 2022. 

Ao fazer uma avaliação dos seus anos à frente da Prefeitura, Sarto citou ainda o conflito na base e a perda de apoio de outras instâncias de governo.

"Quando assumimos, em 2021, já era a segunda onda da pandemia. E eu tenho dito, não faço nenhuma reserva, que meus amigos que me convidaram para ser o candidato de um projeto, brigaram. Meu amigo Camilo brigou, meu amigo Ciro (Gomes) brigou, meu amigo Roberto Cláudio brigou, meu amigo Elmano (de Freitas) brigou. Brigaram e me deixaram a ver navios", pontuou.

Diário do Nordeste

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem