Psol escolhe Técio Nunes como pré-candidato à Prefeitura de Fortaleza

A decisão foi apoiada por 10 dos 15 partidários que integram a cúpula socialista

Por Bruno Leite, bruno.leite@svm.com.br

PONTOPODER

Reunião do PSOL. Nunes, o escolhido, também preside o diretório municipal do Psol. Foto: Bruno Leite

O Partido Socialismo e Liberdade (Psol) deliberou, em reunião realizada pela executiva municipal na manhã deste sábado (24), pela pré-candidatura do produtor cultural Técio Nunes para a Prefeitura de Fortaleza. A decisão foi apoiada por 10 dos 15 partidários que integram a cúpula socialista. Quatro membros votaram no nome da professora Maya Eliz, que tentava se viabilizar no posto. Uma pessoa se absteve de votar. 

Segundo o presidente do Psol Ceará, Alexandre Uchoa, findado o processo de escolha do representante, a estratégia agora será voltada para a construção de uma chapa e de uma aliança que dará força para a candidatura. 

VEJA TAMBÉM

"A perspectiva é que a gente hoje inaugure um primeiro momento, um passo inicial, após ter convenção, debate com a militância. Daqui para a frente começaremos a buscar apoio, dos partidos e dos movimentos sociais", comentou o dirigente ao Diário do Nordeste.

De acordo com ele, o lançamento de um nome próprio - apesar da legenda compor a base do governo Elmano de Freitas (PT) e tenha integrado a frente ampla que elegeu o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) - faz parte de um encaminhamento do diretório nacional, que prezou pela autonomia da agremiação nas unidades da federação.

Técio Nunes, por sua vez, deu o tom de qual será a agenda programática do projeto político encampado pelo seu grupo. "Nossa tarefa é fazer uma disputa qualificada e política. Principalmente, empoderando as periferias. Queremos ser uma candidatura que afirme isso, que tenhamos uma Fortaleza que olhe para a periferia e construa uma lógica de gestão que a traga para o centro das prioridades", salientou. 

Maya Eliz, apesar de se apresentar como uma alternativa para os filiados do Psol, não esteve presente na reunião deste sábado. A educadora milita na "Insurgência", uma tendência psolista diferente da que foi escolhida para participar diretamente da corrida eleitoral e que defendia a realização de prévias.

CONFIRA OS PRAZOS ELEITORAIS

Diário do Nordeste

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem