Facção teria definido número de policiais “marcados para morrer” em Fortaleza

Os ataques seriam reação à morte de um dos líderes do grupo, em confronto com a polícia

 Portal GCMAIS

Foto: Reprodução

Uma facção criminosa em atuação na cidade de Fortaleza teria definido uma quantidade específica de policiais que estariam “marcados para morrer”, em retaliação à morte de um dos líderes do grupo, morto em confronto com a polícia no Rio de Janeiro.

A informação foi repassada à equipe da TV Cidade Fortaleza por um policial que era amigo de Bruno Lopes Marques, soldado da Polícia Militar do Estado do Ceará (PMCE) assassinado na noite desta segunda-feira (12). Bruno foi morto quando estava de folga, jogando baralho com amigos, com mais de 20 disparos de arma de fogo.

Os ataques do grupo criminoso teria origem na morte de um dos líderes da facção, que havia se evadido para o Rio de Janeiro. No fim do último mês, ele foi morto em confronto com a polícia fluminense. Logo em seguida, no dia 1º de fevereiro, o bairro do Pirambu – onde a facção em questão atua – amanheceu com o comércio fechado, supostamente por ordem do grupo criminoso, que havia determinado luto na região para os moradores do bairro.

A paralisação do comércio local continuou por alguns dias, mas o grupo criminoso ainda estaria planejando ataques sucessivos, com foco nas equipes de segurança, em retaliação. Com isso, o assassinato do soldado Marques nesta segunda-feira, no Carlito Pamplona, seria apenas um de vários ataques do grupo criminoso contra os agentes de segurança.

Velório

Agentes de segurança de várias instituições prestaram a última homenagem ao Soldado Bruno Lopes Marques no velório que aconteceu nesta terça-feira (13). O Comandante Geral da Polícia Militar do Ceará, Klênio Savyo, compareceu à cerimônia mais não quis falar com a imprensa.

Parte dos presentes vestia preto em sinal de luto. No final da tarde desta terça-feira, o corpo do militar seguiu em cortejo para um Cemitério na Região Metropolitana para ser sepultado.

Veículo

Pelo menos 23 tiros atingiram o policial. A Polícia conseguiu localizar o carro usado pelos assassinos, no bairro Jardim Iracema, ainda na noite da segunda-feira (12).

Pronunciamento

Nas redes sociais, a Polícia Militar do Ceará emitiu uma nota de informando com pesar o falecimento do soldado Bruno Lopes Marques, 27, nesta segunda-feira (12). Aos familiares e amigos do soldado, o Comando da Corporação se solidarizou com a dor, e se colocou à disposição.

“O PM ingressou na Corporação em 11 de outubro de 2017 e desempenhou seu trabalho em prol da segurança do povo cearense. Atualmente, encontrava-se lotado na 1ª Companhia do 20º Batalhão de Polícia Militar (1ª Cia / 20º BPM)”.

Leia também | Policial morre e duas pessoas ficam feridas em Fortaleza

 Portal GCMAIS

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem