Ministério da Saúde reforça orientações e cuidados durante onda de calor

Página especial foi criada pela pasta com dicas de proteção. Hidratação contínua e uso de protetor solar são essenciais no período

Onda de calor: Imagem Internet

O Brasil passa por uma nova onda de calor e altas temperaturas vão afetar principalmente as regiões Norte, Sudeste e Centro-Oeste do país, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Ao menos cinco capitais devem bater recordes de temperatura que devem passar dos 40°C.  Para encarar esse calorão, o Ministério da Saúde reforça medidas importantes, principalmente quanto à hidratação.

A ingestão de água é fundamental porque o nosso corpo precisa de líquido para manter a temperatura ideal de funcionamento. O uso do filtro solar também é essencial. Ele deve ser aplicado 30 minutos antes da exposição ao sol para que seja absorvido e deve ser reaplicado a cada duas horas em que permanecer ao sol. O produto deve ser espalhado por todas as partes do corpo, incluindo mãos, orelhas, nuca e pés.

De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e do Trabalhador, Agnes Soares, até mesmo as pessoas que moram em lugares em que estão acostumadas com o calor têm de pensar em formas de se proteger durante o período de altas temperaturas.

“Idosos, crianças, mulheres grávidas, pessoas doentes ou acamadas são vulneráveis e merecem mais atenção. Idosos e crianças, por exemplo, têm muita dificuldade de reconhecer a sede. Por isso, é necessário oferecer água com muito mais frequência a eles”, alerta Agnes.  

Confira alguns cuidados essenciais para se proteger do calor:
  • Aumente a ingestão de água ou de sucos de frutas naturais, sem adição de açúcar, mesmo sem ter sede;
  • Evite bebidas alcoólicas e com elevado teor de açúcar;
  • Evite a exposição direta ao sol, em especial, de 10h às 16h;
  • A exposição ao sol sem a proteção adequada contra os raios ultravioleta deixa a pele vermelha, sensível e com bolhas. Use protetor solar;
  • Use chapéus e óculos escuros;
  • Proteja as crianças com chapéu de abas.
O Ministério da Saúde disponibilizou uma página especial com mais recomendações. As orientações estão disponíveis também nas redes sociais da pasta.

 Quais os grupos mais vulneráveis neste período?

Como se adaptar no dia a dia para evitar a exposição ao calor?

E em casa, como me proteger? Quais as orientações para a população?

Nathan Victor

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem