Nota de pesar: O jornalismo e os jornalistas se despedem de Déborah Lima

Com profundo pesar, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce) e a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) comunicam o falecimento de Déborah Christina Marques Ferreira Lima, aos 52 anos, ocorrido na manhã de quarta-feira (19/07), em decorrência de complicações de um câncer.

Associada de número 1032, Déborah Lima foi presidente do Sindjorce por dois mandatos, diretora de administração e finanças, e atualmente era diretora executiva da entidade. Sua trajetória de lutas, reconhecida em todo o país, inclui também sua atuação como dirigente da FENAJ por quatro mandatos, ocupando os cargos de tesoureira e diretora de mobilização. Na Central Única dos Trabalhadores do CE (CUT-CE), a sindicalista integrou a diretoria executiva, e participou ainda da direção e Conselho Superior da Associação Cearense de Imprensa (ACI).

Formada em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Déborah atualmente era assessora de imprensa da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal (Confetam). Também foi repórter de Política do jornal O POVO, licenciada para mandato sindical, e trabalhou em diversos veículos de comunicação, como a Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Bancários, jornal O Estado, Pró-Produções, Rede Record, TV Ceará, Rede TV e rádios CBN, Extra, RCN, AM do POVO e Universitária FM. Entre os vários prêmios conquistados, foi vencedora do Grande Prêmio Ayrton Senna de Jornalismo.

Durante sua gestão à frente do Sindjorce, a dirigente Déborah Lima empenhou-se incansavelmente na luta pela moralização da profissão, enfrentando as irregularidades jurídicas perpetradas por empresas que negavam, por exemplo, o reconhecimento dos jornalistas de rádio e TV como profissionais de jornalismo. Sua atuação primordial foi em prol da defesa das garantias trabalhistas, unindo os trabalhadores em torno das históricas batalhas da categoria, seja por meio da conscientização política ou do aprimoramento profissional através de congressos e eventos culturais – marcos de sua gestão.

Neste momento de tristeza, nos despedimos de uma verdadeira guerreira, que deixou uma marca indelével em nossas vidas e em nossa história. Expressamos nossos sentimentos e solidariedade aos familiares e amigos. Déborah será lembrada com carinho e gratidão por tudo que representou para a história do jornalismo cearense e para a história dos jornalistas do Ceará. Que sua memória seja um legado de inspiração para todos nós. Nossos corações estão em luto, mas também repletos de lembranças e afeto por aqueles momentos compartilhados ao longo de sua jornada.

Déborah Lima, presente!


Sindjorce

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem