Brasil se prepara para enfrentar onda de calor histórica

O Brasil se prepara para enfrentar a mais intensa onda de calor da história, com temperaturas acima de 45°C


Calor – Imagem: Ed Connor / Shutterstock.com

O Brasil está prestes a enfrentar uma onda de calor extrema, com temperaturas máximas projetadas que fogem do comum. A meteorologia indica a possibilidade de quebra de recordes históricos nos próximos dias, conforme alerta emitido pela MetSul.

O que você precisa saber:
  • A nova onda de calor, que se espera atingir valores absurdamente elevados, verá temperaturas ultrapassando os 45°C em diversas cidades.
  • Semelhante às ondas vividas nos meses de setembro e outubro, um fenômeno conhecido como “bolha de calor” ou “cúpula de calor” será o responsável por esse aumento brusco nas temperaturas.
  • Esse fenômeno é formado sob uma área de alta pressão, também chamada de anticiclone, que mantém o ar “preso” e estacionado sobre uma região específica.
  • A intensidade dessa massa de ar quente pode ser medida pela temperatura no nível de pressão de 850 hPa, equivalente a 1500 metros de altitude.
  • As previsões indicam que, no centro do país, essas condições podem atingir até 32°C na próxima semana, valores que costumam ser registrados durante ondas de calor extremo em regiões do Oriente Médio e Sudoeste dos EUA.
Leia também:
A MetSul, em comunicado, alerta para “valores de temperatura que devem ser alcançados na próxima semana e ao redor da metade deste mês no centro do Brasil podem ser absurdamente elevados e em níveis jamais vistos em centenas a milhares de cidades brasileiras.”

Os estados do Centro-Oeste e parte do Sudeste serão os mais afetados por essa onda de calor. O calor mais extremo atingirá inicialmente áreas dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, assim como o interior de São Paulo. A partir do final de semana, a massa de ar quente se estenderá para mais áreas.

A MetSul prevê que, a partir de sábado (11), as temperaturas máximas ultrapassarão os 40°C em diversas cidades. O Centro-Oeste, o interior de São Paulo e partes de Minas Gerais poderão registrar máximas entre 42°C e 44°C, com algumas localidades alcançando 45°C a 46°C ou mais. Cidades como Cuiabá podem enfrentar máximas ao redor de 45°C. Já na capital paulista, assim como em Belo Horizonte, os termômetros poderão atingir até 36°C ou 37°C.

Além disso, a entidade meteorológica projeta que o período de temperaturas elevadas será prolongado. Enquanto as ondas de calor costumam durar entre quatro e sete dias, esta pode se estender por até dez ou mais dias em algumas cidades, chegando a duas semanas em locais específicos.

A MetSul adverte que essa pode ser a mais intensa onda de calor já registrada no Brasil em termos de temperatura máxima, com alta probabilidade de quebra de recordes históricos em todo o país. As marcas podem ser até 10°C a 15°C acima da climatologia histórica em algumas tardes, evidenciando a seriedade da situação que se desenha nos próximos dias.

Ana Luiza Figueiredo
Redator(a) Ana Luiza Figueiredo é repórter do Olhar Digital. Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), foi Roteirista na Blues Content, criando conteúdos para TV e internet.


Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem