“Basta um soldado e um cabo”... e o presidente do Senado

'Rodrigo Pacheco tenta agradar a bancada ruralista a fim de viabilizar sua campanha ao governo de Minas em 2026', escreve o colunista Alex Solnik

Rodrigo Pacheco (📷: Pedro França/Agência Senado)

O que aconteceu com o presidente do Senado?

Até o ano passado era o vigilante defensor das instituições democráticas sistematicamente atacadas pelo presidente da República da época, cujo alvo principal sempre foi, desde a campanha de 2018, o STF.

“Basta um soldado e um cabo para fechar o STF” ameaçou seu filho, Eduardo. E o pai nunca desmentiu. Aliás, ministros do STF foram os principais agraciados com seus palavrões - depois das jornalistas.

E eis que no ano da graça de 2023, no exato momento em que o Supremo está julgando os golpistas de 8/1 e se prepara para julgar o então presidente da República e seu entorno, Pacheco tira da gaveta uma PEC adormecida desde 2021 que fragiliza o STF ao interferir em seu funcionamento. E já vai colocar a voto outra, que limita o mandato dos ministros.

É evidente que fragilizar o STF neste momento não interessa à democracia, interessa a Bolsonaro e a seus aliados.

Aparentemente, Pacheco tenta agradar a bancada ruralista a fim de viabilizar sua campanha ao governo de Minas em 2026.

Se o preço que topa pagar é esse, sua imagem de democrata fica trincada e sua campanha começa muito mal.

Um soldado e um cabo não fecham o STF. Mas um presidente do Senado pode atrapalhar bastante.

Alex Solnik é jornalista. Já atuou em publicações como Jornal da Tarde, Istoé, Senhor, Careta, Interview e Manchete. É autor de treze livros, dentre os quais "Porque não deu certo", "O Cofre do Adhemar", "A guerra do apagão" e "O domador de sonhos".

Este artigo não representa a opinião do blog e é de responsabilidade do colunista.

Via 247

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem