Sindjorce promove primeira Coletiva da Terra no estado

O Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) realiza, nesta quarta-feira (31), a primeira Coletiva da Terra no estado. O evento ocorre a partir das 8 horas, na sede da entidade, localizada na Rua Joaquim Sá, 545 - Dionísio Torres, em Fortaleza/Ce.

A coletiva conta com a participação do presidente nacional da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag), Aristides Santos, que irá falar sobre os desafios do trabalhador rural, e a integrante da direção nacional do Movimento Sem Terra (MST), Kelha Lima, que irá detalhar a respeito da criminalização do Movimento através da CPI do MST.

Além dos representantes nacionais, a mesa também terá a participação de Adalberto Alencar, representando a Fundação Cepema, que trará o tema agroecologia e comunicação. Também terá os parlamentares cearenses De Assis Diniz, deputado estadual pelo PT, e Renato Roseno, deputado estadual pelo PSOL.

A Coletiva terá como orador o presidente do Sindjorce, Rafael Mesquita e a mediação será feita pela diretora de profissionais de mídias alternativas e comunitárias do Sindjorce, Marina Valente.

Além das entrevistas com os participantes, o evento também conta com um café da manhã com produtos das associações e agricultores e uma feirinha de produtos da agricultura.

A primeira Coletiva da Terra está sendo organizada com a parceria da Contag, MST, EcoCeará, Fundação Cepema, Rádio e TV Atitude Popular, Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador e à Trabalhadora (Cetra), União Nacional das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária no Ceará (Unicafes-Ce), Federação de Entidades de Bairros e Favelas de Fortaleza (FBFF) e Associação Cearense de Imprensa (ACI).

SERVIÇO
Coletiva da Terra
Data: 31 de maio (quarta-feira)
Horário: 08 horas
Local: Sede do Sindjorce (Rua Joaquim Sá, 545 - Dionísio Torres, em Fortaleza/Ce)

ASSESSORIA DE IMPRENSA
Esdras Gomes: (85) 98867-4541

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem