'Saiu por conta própria', diz Lula sobre demissão de general Gonçalves Dias do comando do GSI

Presidente fez comentário rápido aos jornais Valor Econômico e 'O Tempo' antes de cerimônia no Planalto. Dias pediu demissão após vídeo mostrar que ele estava no Planalto durante os atos golpistas de 8 de janeiro.

Por g1 — Brasília

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou nesta quinta-feira (20) que o ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) general Gonçalves Dias deixou o cargo "por conta própria".

Dias pediu demissão do posto nesta quarta (19), horas após vídeos inéditos da invasão do Palácio do Planalto durante os atos golpistas de 8 de janeiro mostrarem o então ministro e auxiliares em meio aos vândalos – abrindo portas e encaminhando-os para outros andares.

"Não. Ele saiu por conta própria", disse Lula a jornalistas do Valor Econômico e do jornal "O Tempo" ao ser perguntado se estava "chateado" com a situação, na chegada a um evento no Palácio do Planalto.

O presidente não discursou no evento desta quinta. Na quarta, em outra cerimônia no Planalto já após a demissão, Lula falou sobre a relação com o Exército, mas não mencionou diretamente o caso de Gonçalves Dias.

Além do ministro, também pediu demissão o secretário-executivo do GSI, Ricardo José Nigri. O órgão será comandado de forma interina pelo "número 2" do Ministério da Justiça, Ricardo Cappelli – que também foi interventor na segurança pública do Distrito Federal após os atos golpistas.

Em entrevista à TV Globo, Dias afirmou que estava no Planalto para retirar manifestantes. "Eu entrei no palácio depois que o palácio foi invadido e estava retirando as pessoas do 3º e 4º piso, para que houvesse a prisão no 2º", afirmou. O general também disse que sua imagem foi retirada do contexto.

A presença e a atuação de Dias no Palácio do Planalto, sede do Executivo, no dia dos atos foi divulgada em vídeo pela "CNN Brasil".

Leia também:

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem