Governo dispensa militares do GSI, um deles é primo do torturador Brilhante Ustra

por Tatiana Scalco

Nos últimos dias, exonerações no âmbito do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI-PR) têm se intensificado.  Dia 16 de janeiro, foi a vez de 52 servidores das forças de segurança que estavam em posições de liderança junto ao GSI-PR. Entre os dispensados está o tenente coronel do Exército Brasileiro, sobrinho do torturador Brilhante Ustra, Marcelo e dois coordenadores do GSI-PR: Jamile Coutinho Coelho De Novaes, Capitão-Tenente da Marinha do Brasil, e Marcelo de Oliveira Ramos, Tenente Coronel da Polícia Militar do DF, ambos da Coordenação de Apoio Especial da Diretoria de Apoio às Residências Oficiais da Secretaria Especial de Administração da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Na tabela abaixo, listamos os servidores dispensados em 16 de janeiro de 2023, conforme o Diário Oficial da União. Eles estavam lotados na Coordenação de Administração do Palácio da Alvorada da Coordenação-Geral de Administração das Residências Oficiais da Diretoria de Apoio às Residências Oficiais da Secretaria Especial de Administração da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Portaria Nome – Posto Cargo

  • nº 20 Marcelo de Oliveira Ramos – Tenente Coronel da Polícia Militar do DF Coordenador
  • nº 16 Jamile Coutinho Coelho De Novaes – Capitão-Tenente da Marinha do Brasil Coordenador
  • nº 27 Marcelo Ustra da Silva Soares – Tenente Coronel do Exército Brasileiro Assessor Técnico Militar
  • nº 27 Vítor Seiki Nogueira – Major do Exército Brasileiro Assessor Técnico Militar
  • nº 27 Gilmar Rodrigues Gomes – Major do Exército Brasileiro Assistente Militar
  • nº 24 Andriely Cirino – Capitão do Exército Brasileiro Assistente Militar
  • nº 18 Luciano Cerqueira de Araújo – 2º Tenente do Exército Brasileiro Assistente Militar
  • nº 27 Gilmar Rodrigues Gomes – Major do Exército Brasileiro Assistente Militar
  • nº 39 Israel Saraiva Alves – Soldado da Força Aérea Brasileira Supervisor
  • nº 17 Alan Vieira Borges – Soldado da Marinha do Brasil Supervisor
  • nº 17 Alexandre de Assis Rodrigues – Soldado da Marinha do Brasil Supervisor
  • nº 17 Emerson André Cintra – Soldado da Marinha do Brasil Supervisor
  • nº 17 Mário Alves de Araújo – Soldado da Marinha do Brasil Supervisor
  • nº 17 William Neon Albuquerque – Soldado da Marinha do Brasil Supervisor
  • nº 17 Ezilei de Souza Correia – 2º Sargento do Exército Brasileiro Supervisor
  • nº 17 Ray Charlis Mendes da Silva – 2º Sargento do Exército Brasileiro Supervisor
  • nº 17 Flávio Felipe Viana Neria – Cabo do Exército Brasileiro Supervisor
  • nº 17 José Roberto Rodrigues de Abreu – 2º Sargento da Força Aérea Brasileira Supervisor
  • nº 17 Marcos Lucena de Oliveira – 2º Sargento da Força Aérea Brasileira Supervisor
  • nº 17 Gilmar Aguiar Junior – 3º Sargento da Força Aérea Brasileira Supervisor
  • nº 40 Leandro da Luz Ruivo – 1º Sargento do Exército Brasileiro Assistente
  • nº 42 Francisco Regis Chagas Reinaldo – 1º Sargento do Exército Brasileiro Assistente
  • nº 41 Jéssyka Farias Madureira – 1º Sargento do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 João Batista Dourado da Silva – 2º Sargento da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 15 Marcos Rafael Sousa Ferreira Martins – 2º Sargento da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 15 Weber Rodrigues Milhomens – 2º Sargento da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 16 Josimar Roriz Meirele – 2º Sargento da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 16 Abimael Ribeiro da Silva – 3º Sargento da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 16 Humberto Cristian de Jesus Coimbra – 3º Sargento da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 15 Misael Rodrigues Pereira – 2º Sargento do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 16 Ananias Pereira dos Santos – 2º Sargento do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 16 Reinaldo da Silva – 2º Sargento do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Thiago Moura de Souza – 3º Sargento AR Especialista
  • nº 15 Sandro Alves de Oliveira – Cabo do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Pablo Jheovanne Matias de Jesus – Cabo do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 João Paulo Alves de Alencar – Cabo do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Cleiton Carvalho dos Santos – Cabo do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Eric Rodrigues Pereira – Cabo da Força Aérea Brasileira Especialista
  • nº 15 Lucas Belmiro dos Santos Bezerra – Cabo da Marinha do Brasil Especialista
  • nº 15 Alessandro Rodrigues Bento – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Benedito Gabriel Almeida de Espíndula – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Caio Espinda Soares – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Fernando Costa de Freitas – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Gabriel Deusdete dos Santos – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Joab Gutemberg Leite de Lima – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Josué Passos Carreiro – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Leandro da Silva Oliveira – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Lucas Rabelo Maia – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Marcelo Moreira de Sousa – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 15 Richardson da Silva Santos – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 16 Jackson de Castro Cantanhêde – Soldado do Exército Brasileiro Especialista
  • nº 16 Fellipe de Oliveira Bomfim – Soldado do Exército Brasileiro Especialista

fonte: Diário Oficial da União, publicado em 17 de janeiro de 2023

A segurança do Palácio do Planalto

O Batalhão da Guarda Presidencial (BGP), também conhecido como Batalhão Duque de Caxias, é responsável pela segurança do Palácio do Planalto. Ele é uma unidade do Exército Brasileiro sediada em Brasília e subordinada ao Comando Militar do Planalto. A segurança de áreas públicas incluindo o Palácio do Planalto, sede do Poder Executivo federal, juntamente com o 1.º Regimento de Cavalaria de Guardas está sob sua responsabilidade.

Segundo informações o Jornal  O Estado de S. Paulo em 12 de janeiro de 2023, 20 horas antes da invasão da Praça dos Três Poderes por terroristas, no dia 08 de janeiro de 2023, o pelotão responsável pela segurança do Palácio do Planalto foi dispensado. A notícia informa ainda que a dispensa foi apresentada por escrito pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI). 

Jornalistas Livres



Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem