Ciro, o falso rebelde, aplica golpe baixo em Lula e é desautorizado por Lupi

Ainda bem que a mensagem “foi apagada a tempo”, diz Carlos Lupi, presidente do PDT

Ricardo Noblat                                                                                                                                  📷Reprodução

Em um momento do debate na Band entre os candidatos a presidente, Lula resolveu fazer um agrado a Ciro Gomes (PDT), ex-ministro do seu governo. E disse, fazendo-lhe um aceno para que os dois estejam juntos em um eventual segundo turno da eleição:

“Têm três pessoas no Brasil que eu trato com deferência: o [ex-governador de São Paulo Mário Covas, o [ex-senador] Roberto Requião e Ciro Gomes. De vez em quando eles podem até falar mal de mim, mas não levo em conta, porque sei que eles têm o coração mais mole do que a língua.”

Ciro sorriu, mas refugou o aceno batendo forte em Lula:

“O Lula é esse encantador de serpente, vai na emoção das pessoas, mas temos uma relação antiga. Sempre quer trazer a coisa para o lado pessoal. Não é pessoal, atribuo ao Lula a contradição econômica e moral do PT, a eleição do Bolsonaro. A razão do meu distanciamento é que Lula se deixou corromper”.

Antes, com o microfone desligado, Ciro havia dito que Lula não fez como ele e foi a Paris no segundo turno das eleições de 2018 porque simplesmente estava preso. Ciro foi a Paris para não ser pressionado a participar da campanha de Fernando Haddad (PT).

O “rebelde da esperança”, como Ciro gosta de ser chamado, não parou por aí. No dia seguinte ao debate, postou nas redes sociais uma foto de Lula embaixo da qual escreveu:

“Cada dia mais fraco, fisicamente, psicologicamente e teoricamente (sic) para enfrentar a direita sanguinária”.

Desautorizado por Carlos Lupi, presidente do PDT e ex-ministro de Dilma, Ciro apagou a mensagem. Mas o estrago em sua imagem estava feito. E o post acabou disseminado nas redes pela eficiente máquina bolsonarista sob o comando do Gabinete do Ódio.

“Campanha é para discutir política”, ensinou Lupi, cuja paciência com Ciro está quase esgotada. Lupi acha que o PDT já fez por Ciro tudo o que poderia fazer, e que não é por culpa do partido que ele não decola nas pesquisas de intenção de voto.

Ciro está cansado de saber quem o PDT apoiará se Lula e Bolsonaro disputarem o segundo turno.

Metrópoles

Post a Comment

Aviso aos internautas:
Quando você comenta como anônimo, sua opinião não tem nenhum valor e não será publicada. Portanto pedimos aos nossos leitores que ao fazer comentários se identifiquem.
A sua opinião é muito importante para nós.

Postagem Anterior Próxima Postagem